Empurrão divino

Gostaria de saber se isso costuma acontecer com você. Já percebi tem uns anos e sou tão grata quando acontece. Chamo de empurrão divino. Geralmente, ele chega como uma decisão impulsiva que surge do nada. Minhas mãos são conduzidas sem muitos questionamentos e decido.

Mudança de planos, ideia inspirada, paz com a escolha. São três ações que quando acontecem costumam trazer coisas muito boas pra minha vida. Se acontece comigo, claro que acontece com todas as pessoas do universo. A gratidão que sinto é pelos meus olhos de sentir. Procuro manter o coração aberto para o que chega.

Mesmo que seja algo que nunca havia planejado. Meu atual emprego, por exemplo, foi algo totalmente conduzido pelo empurrão divino. Principalmente a escolha por trabalhar em Belém. Na minha cabeça, meu trabalho perfeito seria combater o trabalho escravo e infantil. Nada a ver com o que faço hoje.

Podemos fazer tanta coisa. E eu amei esse empurrão. Amei mesmo. Eu tenho tantos amigos que chegaram por causa dele. Conheci tantos lugares. Aprendo tanto. E um empurrão leva a outro. Minhas viagens são possíveis e elas me preenchem cada dia mais. Já fiz algumas sem pensar muito e me despertaram.

O empurrão para deixar Brasília – mesmo que temporariamente – e ficar perto da minha família também foi divino. Estive com eles na nossa maior perda, a despedida do meu avô. Às vezes, estamos tão cegos por um único caminho que não olhamos para o lado. Pode ter algo maravilhoso bem perto, mas um empurrão divino, sozinho, não basta. É preciso olhos pra sentir e olhar.

Observe a sua história: você se deixa levar pelo empurrão divino?

Foto autoral. Jardim da minha tia / Rio de Janeiro, 2020.

41 comentários sobre “Empurrão divino

  1. Bom dia…pois é Nicole acredito e mto nos empurrões divinos que recebemos ao longo da vida..quando eles acontecem é mto bom ..é algo que as vezes nem percebemos quando vemos ja foi..é tudo mto rápido..contemos e agradecemos sempre com tais inspirações…isso está a acontecer comigo neste momento de minha vida!!
    Aproveitemos e sejamos gratos sempre🙏😘🌼🌻

    Curtido por 1 pessoa

      1. Sim sim..estou ouvindo a voz do meu coração…irei segui lo to feliz e peco so que Deus esteja comigo neste momento assim como ele sempre esteve e que as coisas se encaminhe como é o esperado😊desejo tudo de bom a vc tbm Nicole de coração…e que sejamos abençoados com mtos outros bons empurrões 🙏🌼🌻😘

        Curtido por 1 pessoa

  2. elcieloyelinfierno

    Entrada maravilhosa e gratificante! Adoro ler sobre suas emoções e sentimentos, que ajudaram a surpreendê-lo por dentro, como cada mudança ou impulso “mágico” que você afirma sentir. Fazer o bem; porque a pessoa se sente plena, cheia de amor e paz. Você está realizando algo; muito difícil de conseguir: o equilíbrio entre mente e espírito. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Precisei parar um momento para pensar… Se for como sinto, são em coisas bem pequeninas, por vezes não escutadas.

    Outras surgem naturalmente e causam uma paz! É muito mágico mesmo. Só preciso me deixar levar mais.
    Como o sol ainda brilha, bom dia Nicole✨

    Curtido por 1 pessoa

  4. Nunca parei pra pensar por esse lado, a maioria das decisões que me dão essa paz foram bem planejadas. Acho que quando fui impusivo sempre me dei mal… Só em alguns momentos (principalmente mudança de emprego) foram aquela impulsão que me levaram pra frente (ou me deixaram em paz). Acho que aquela ideia de que é melhor fazer algo mesmo dando errado do que nao fazer nada comandava minhas ações. Hoje em dia já não penso tanto dessa forma.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Talvez o pontapé inicial para planejar a decisão tenha começado por um empurrão divino. Tipo ideias que surgem do nada. Você pode abraçar a inspiração e seguir com um planejamento ou deixar pra lá. 😉

      Curtir

  5. Alex Antunes

    Nicole, você é uma pessoa especial, abençoada! Por isso as coisas dão certo para você. O fato de você ter descoberto alguns sinais que indicam uma decisão acertada é importante. Porém acredito que cada pessoa tem de trilhar o próprio caminho. Nem sempre um sinal positivo para uma pessoa servirá da mesma forma para outra pessoa. E há também o outro lado da moeda, se podemos usar essa expressão. Há pessoas que por mais que tentem tudo dá errado na vida delas. É claro que são extremos. Para uma dá tudo certo. Para outra dá tudo errado. Mas acredito que a maioria das pessoas ficam no meio termo entre opções acertadas e erradas, estando mais ou menos equilibradas entre acertos e erros. Aí entra o discernimento espiritual. Santo Inácio de Loyola, fundador da Ordem à qual pertence o Papa Francisco, fala de discernimento dos espíritos: discernir o espírito bom do mau, o anjo bom do mau. Infelizmente há pessoas que tem problema de discernimento espiritual: tem cegueira espiritual. Umas conseguem enxergar melhor, outras pior. Eu já sofri de muita cegueira espiritual. Somente nos últimos anos é que tenho tido uma melhor consciência da minha vida.

    Curtido por 1 pessoa

    1. São fatos fatores que afetam nosso caminho. Tem a falta de oportunidades, influência negativa da família, medo, limites individuais. E está tudo bem. Não tem história melhor ou pior. São histórias. E todas tem seu valor. Olha só para você: hoje está tendo consciência da sua vida. Isso é ótimo! 🙂🌷

      Curtir

  6. Eu não sei se o empurrão é divino…se é intuição… ou de onde ele vem. Se calhar é fruto da relação entre o “anjinho e o diabinho” que nos habitam. Há sempre um que tem mais força…
    Mas que mostram caminhos, mostram.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Às vezes aquilo que queremos não é exatamente aquilo de que realmente precisamos. E quando a gente não enxerga sozinha, a vida vem com esses empurrões nos mostrando um caminho diferente. 💕

    Curtido por 1 pessoa

  8. De fato os planos, por vezes, não servem de muita coisa, porque quando a gente determina tudo, a vida acontece de forma diferente sem avisar. Às vezes um minuto diferente, traz novidades que faz a gente tomar decisões completamente diferentes das planejadas. Quando eu olho todas as coisas intensas que eu vivi, lembro que foram todas meio ao acaso. As pessoas que eu conheci, os lugares pra onde viajei, os relacionamentos, as conversas, as risadas, as oportunidades. Era como se as coisas simplesmente tivesse que acontecer e, pra isso, éramos, de alguma forma, colocados pela vida ali, naquele momento, naquele lugar, com aquelas pessoas, etc. Então, eu deixo a vida dizer o que será do meu dia e de qualquer dia. O ser humano idealiza muito, mas quase sempre não concretiza o que idealizou, porque até os ideais mudam no meio do caminho. Acho que o importante, como você escreveu, é olhar pros lados, ter olhos pra perceber as coisas. O mundo tá sempre em movimento. Nunca existe um caminho só. E cada vez que bifurcamos em uma decisão ou caminho, seguimos uma gama nova de outras bifurcações. Não tem rota previsível. É meio como aquelas máquinas de pinball, que, dependendo de como a bolinha é rebatida e onde acerta, ricocheteia em áreas diferentes e vai pra cantos diferentes do mapa da máquina. Não tem como prever muito, porque nem mesmo escolhemos o “lançamento da bolinha” na vida real. A gente só aceita ser a bolinha indo pra onde o caminho nos levar, onde for mais fluído. Quando a gente aceita as ocorrências da vida, fica tudo mais fácil de viver. Tem que extrair o melhor de cada situação.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Quando eu olho pro tamanho do meu teclado de computador parecendo um órgão de catedral e depois olho praquele teclado virtual do celular, os meus dedos pedem demissão e pulam da mão. rsrs

        Curtido por 1 pessoa

  9. hudsoncapanema

    Acredito que todos nós recebemos empurrões divinos, uns não percebem, outros ignoram, e há os que se jogam! Mas nem todos os empurrões são divinos, mas desses os nossos anjos da guarda nos protegem! Interessante. você falar que o teu trabalho perfeito seria lutar contra o trabalho escravo e infantil, mas um empurrão divino te levou para o BC. Posso imaginar o que passou na cabeça de Deus: essa menina quer ajudar o próximo e lutar por um mundo mais justo, mas, primeiro, precisa ter condições de cuidar dela própria. Lembra do teu texto sobre cuidar de si primeiro para depois cuidar do outro? Pois é, Deus te deu um empurrãozinho para o BC para você conhecer lugares e pessoas, adquirir conhecimentos e experiências, e amadurecer!
    Então, estruturada, você fez trabalhos voluntários, promoveu campanhas para arrecadar recursos para entidades que ajudam os mais necessitados. E, nesse ano atípico, Ele te deu outro empurrãozinho e mandou teu anjo da guarda cochichar no teu ouvido: vai menina, use os talentos que Eu te dei, escreva textos e poesias, provoque reflexões, desperte os bons sentimentos, que a maioria das pessoas possui, que estão adormecidos.
    Acredite, Nicole, Deus não escolhe os capacitados, mas, sim, capacita os escolhidos! Bjs

    Curtido por 1 pessoa

  10. Bruno Morais

    Sempre um grande encontro visitar teu blog, um momento de diversidade leve. Enriquecedor para uma tarde destensionada.

    O empurrão divino me trouxe, o empurrão divino me leva! Ele não cessa, basta deixar seu divino interno falar! Seguimos. Uma excelente semana Nicole, beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s