Sintonia das inspirações

O que é inspiração, afinal? Pensamento, sopro no ouvido, dedo de Deus, uma pessoa, um livro, arte, lugares. Ela chega de mansinho e mostra uma direção, uma ideia. Um olhar doce, triste, inquieto inspira. Uma gargalhada solta, escandalosa, inspira. Aí está ela, por todos os lados.

Encontrou algo inspirador? Abrace e crie, seja você mesmo. Tenha a própria ideia, construa algo novo em cima e passe a mensagem para frente. Tudo ao seu modo e tempo. No meu mergulho de aprender mais sobre a espiritualidade e a mim mesma, captei o quanto, sem sombras de dúvidas, somos conectados uns aos outros.

Dia desses, publiquei um texto no Instagram e minha professora de yoga compartilhou fazendo comentários em forma de vídeo. Tanto a forma como a perspectiva foram totalmente diferentes da minha. Além do público, que foi outro. Isso é magnífico. Somos todos uma rede de inspirações compartilhadas, expandidas. De bons sentimentos, palavras, questionamentos.

Por vezes, assisto um vídeo no YouTube que me alerta para um tema de texto que não havia pensado. Outros textos também me inspiram. É uma inspiração para seguir contando histórias e espalhando. E publicações com o mesmo tema no mesmo dia? Tem acontecido bastante! Publicar uma crônica nova e depois ler em outros blogs o mesmo assunto, com mesmo objetivo, porém direcionado para outras pessoas.

Não sei se fui clara nas palavras, mas é isso: sintonia das inspirações. Pego emprestado de uma, empresto para outra. Passa por um, por outro. Mais gente lê, sente, vê. No fim, é como uma orquestra afinada trabalhando de forma invisível pela coletividade. Tem algo maior guiando a gente. E não esqueça: você pode estar inspirando alguém.

Foto autoral. Flores do caminho / Dezembro, 2020.

40 comentários sobre “Sintonia das inspirações

  1. Confesso que nunca tive inspiração para escrever. Sempre, depois de ter o que me parecia precisar, trabalhava com uma ideia. Perseguia uma ideia de maneira incansável. Claro, houve momentos em que nada chegava. A solução? A resposta veio em um artigo que relatava, se não estou enganado, uma espécie de “não conseguir ir adiante” em um texto do escritor Garcia Márquez. O que ele fez? Parou, e começou a ler outros textos de diversos autores até que a ideia para concluir o que começara chegou. Talvez isso seja exatamente o que possa ser sintonia. A dinâmica da leitura e sua interpretação sempre será uma experiência individual, mas que uma vez tornada pública oferece novas leituras. Gostei do texto. Em sintonia com a vida. Um grande abraço carinhoso e o desejo de feliz fim de semana.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Bom te ver por aqui, Fernando! 🌻 Lembrei da ideia de que nada de cria do zero, estamos constantemente nos inspirando e construindo algo novo em cima do que já existe. O que não significa copiar, mas ressignificar, reconstruir. Comigo acontece ao contrário, a ideia costuma chegar livremente e sento para escrever. Um beijo e ótimo final de semana! Cuide-se 💜

      Curtir

  2. Quase frequentemente não paramos para pensar em tudo que nos cerca. Talvez, seja tão óbvio, ou não. Talvez, seja tolo, ou não. O mais provável é que a tecnologia nos tenha colocado tão em alerta e consumidores, que esquecemos que a inspiração está bem próxima, e que tb somos inspiração. É quase magia, em que não percebemos como foi exexutada.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Doce magia, que passar por vezes despercebida. Só consegui atentar para esse movimento com o período de quarentena. Agora virou um oxigênio pra mim observar e “colocar pra fora”. Obrigada e bom final de semana! Ah, ainda não assisti aquele filme iraniano, mas vi outro ontem maravilhoso chamado “A separação”, também iraniano.

      Curtir

  3. A minha inspiração brota de repente. Não tem hora nem dia certo para aparecer. E quando vem flui… Adorei seu texto, me deixou leve e despretensiosa. Simples assim. Obrigada. Boa final de semana. Abraços

    Curtido por 1 pessoa

  4. Que belo pensamento, este: “sintonia das inspirações”.
    Gostei muito também desta frase, “No fim, é como uma orquestra afinada trabalhando de forma invisível pela coletividade.” Belíssimamente dita.

    Com certeza, Nicole, serviu de inspiração para muitos de nós. Imagina que até me inspirou, que vivo tão longe de si, aqui no Canadá, mas que fiquei comovido pelas as suas palavras de inspiração. Obrigado, Emanuel

    Curtido por 1 pessoa

  5. Renata Rodrigues

    Bom dia Nicole…inspiração para mim vem sendo algo divino…que estou mto grata a Deus por isso…e uma coisa que do nada vem…posso estar deitada que pronto la vem palavras..frases as vezes prontas outras não…o meu ultimo post foi desta forma que aconteceu..e se tento nao dar atenção fico inquieta…e surpreendente visto minhas aventuras em poesias é algo novo na minha vida…ja os desenhos é corriqueiro,porém tenho que estar bem para eles fluirem.. senão nada acontece.
    Bom final de semana a vc..fica c Deus
    Abraco fraterno

    Curtido por 1 pessoa

    1. Mesma coisa comigo, Renata! Se não escrevo o que vem na cabeça, fico inquieta. Acredito que tenha a ver com mediunidade, não acha? Temos uma ideia de que mediunidade é psicografia ou algo do tipo, mas é algo sítio e todos nós temos. Beijo grande!! 🌻

      Curtir

      1. Renata Rodrigues

        Sim concordo plenamente e fato faz parte da mediunidade sim sem duvida 👏👏👏👏👏o negocio e deixar fluir..boa noite

        Curtido por 1 pessoa

  6. Acredito totalmente nisso e observo acontecer na prática. Noto que há dias em que estou escrevendo sobre um tema e depois descubro que coincidentemente, ele foi abordado em outra mídia. Isso tem um tanto de bastidores invisíveis que torna isso possível naquele momento. Somos conduzidos a falar de algo por uma espécie de memória espontânea ou ‘insight’ e parece até que foi combinado entre algumas pessoas. É tão bonito ter essas descobertas e poder imaginar que o aleatório da vida não é tão aleatório quanto costumamos imaginar.

    Às vezes as coisas chegam pela teia do inconsciente coletivo, também. Estamos todos conectados sim e isso nem depende de crença. A sociedade é um grande organismo único. Assim como um corpo, aquilo que acontece na ponta do pé, repercute, de alguma forma, do outro lado do corpo. Há uma cumplicidade e coordenação entre cada parte, mesmo que elas sejam, de certa forma, independentes.

    Do ponto de vista metafísico, alguns dizem que essa conexão vai além da própria mente e o inconsciente coletivo pairando pelos vivos, cruzando toda experiência do próprio Universo. Mas aí já entramos em outro campo, com outras camadas de valor, beleza e importância.

    Isso me faz lembrar dos vários feitos que ocorreram de forma simultânea entre inventores de lugares distantes do mundo. É quase como se tivessem recebido a informação da mesma fonte, apesar de estarem fisicamente, isolados e sem nenhuma orientação comutativa sobre o assunto. Pra mim, essa é a demonstração desse algo por trás, desse bastidor ou desse insight que é compartilhado pela teia. Lindo, né?

    Curtido por 1 pessoa

  7. Alex Antunes

    Sentir-se inspirado é muito bom 👼🏼, ainda mais quando a inspiração é compartilhada. Temos a sensação de pertencer a um grupo de pessoas. Isso reforça a nossa autoestima e bem-estar espiritual. Por outro lado, nada mais triste do que não ter com quem partilhar uma inspiração, uma ideia, um pensamento… Somos seres sociais e espirituais. Por isso, existem os laços sociais que nos ligam uns aos outros. Infelizmente, porém, no mundo de hoje, um fenômeno triste tem crescido: a solidão. Na Europa, especialmente, durante essa época do Natal, as instituições sociais ou de saúde costumam oferecer algum calor humano às pessoas em situação de solidão. No Brasil, onde temos uma cultura mais extrovertida, pouco se pensa nisso. 🙁
    Nicole, me senti um pouco inspirado a falar do tema da solidão. Espero que seja uma boa inspiração, embora toque em uma realidade triste.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fico feliz pelo texto ter te inspirado, Alex! Solidão é um assunto que pode ser muito explorado e costuma ser um tabu. Essa sua análise sobre o Brasil me lembrou o fato de sermos o país com as maiores taxas de ansiedade e depressão, embora sejamos conhecidos pela “felicidade”. Será que essas realmente tão felizes assim? Ou é quase um instinto de sobrevivência? Grande abraço pra você! 🌻

      Curtir

      1. Alex Antunes

        Obrigado, Nicole! 🙂
        Já esse fato de o Brasil ter as maiores taxas de ansiedade e depressão, isso é um elefante que não dá pra esconder.
        Acho que o brasileiro ainda não caiu na realidade; salvas as raras exceções.
        Essa alegria e felicidade toda que o brasileiro exibe muitas vezes não passa de um instinto de sobrevivência, como você bem observou, não tendo raízes profundas.
        Um grande abraço pra você também. 🤗

        P.S.: Eu estava digitando no celular. Por isso, a primeira resposta saiu fora do lugar.

        Curtido por 1 pessoa

  8. Tem uma entrevista com o Dado VIllalobos onde ele comenta a discografia da banda. A músicas deles, por mais originais que pareçam, nada mais são do que puras inspirações, modificações de artistas que eles ouviam. Mas, o mais estranho, é que estas referências são bem sutis, ou seja, eles conseguiram tirar de algo feito um som e modificar para deixar com a cara da banda. Inspiração não significa cópia ou plágio, e tem muita gente que não entende.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Exatamente, Juliano! Outro dia assisti um TEDx que tocava exatamente nesse ponto. É ótimo nos inspirarmos em alguém ou em alguma obra, mas isso não significa que temos o direito de copiar. Até porque pode tentar copiar, mas essa pessoa/obra tem algo genuíno e espontâneo, está passos largos a frente. Não tem como ser igual. Vejo inspiração como o exemplo que você deu. Obrigada!

      Curtir

  9. Eu acho isso incrível. Já aconteceu algumas vezes de ler em algum blog algo totalmente no mesmo tema que eu acabei de escrever. Sintonia, conexão, coincidência? Não sei bem, acho que mostra que apesar das diferenças e perspectivas estamos todos no mesmo barco rs.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Bia Perez Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s