Não aceite qualquer coisa

Ninguém tira de mim a ideia de que muita gente está em relacionamentos péssimos porque cai na lenda do “medo de ficar sozinha(o)”. E esse pensamento é tão sem pé nem cabeça quando paramos para pensar que estar em um relacionamento não quer dizer que há companheirismo dentro dele.

Aceitar estar com alguém que não está fazendo bem causa, além de outras coisas, atraso de vida e falta de espaço para conhecer uma pessoa incrível. Isso se é realmente da sua vontade envolver-se com alguém, porque você pode estar leve e feliz como está. E não há nada de errado nisso.

Precisamos respeitar nosso tempo, nossa vontade e não seguir por caminhos que, muitas vezes, machucam. Se causa dor e sofrimento, não é por aí. Isso não é amor. Compartilhar a vida com alguém é uma escolha que pode mudar completamente nossa história – para melhor ou para pior.

E são ciclos. Quem está em um relacionamento hoje pode estar sem um relacionamento amanhã e vice-versa. A vida não é uma linha reta, ela é cheia de curvas, atalhos, altos e baixos. Olhar por esse ângulo pode parecer angustiante, mas é também libertador.

Para quem precisa ouvir: é possível reconstruir a própria história, é possível pedir ajuda aos anjos do caminho e sair dos lugares que não estão fazendo sentido. Ninguém está sozinha(o). Há luz, sempre há luz. A cada dois novos passos, um novo caminho pode se abrir. Não aceite qualquer coisa.

Clique aqui e converse comigo também pelo Instagram.

Foto autoral. Cenas do Brasil, Castanhal / Julho, 2021.

16 comentários sobre “Não aceite qualquer coisa

  1. elcieloyelinfierno

    Entrada forte e mais do que realista! Como você diz; a vida não é uma linha reta. Às vezes é necessário ouvir o nosso próprio silêncio e depois agir. Podemos ser leves, mas concretos quando realmente e naturalmente se aproxima o complemento que pode acompanhar a nossa vida. Uma calorosa saudação.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Vale muito a pena aguardar o próprio tempo, Alessandra. E digo mais: não é nem sobre esperar alguém chegar. É seguir vivendo o que te faz bem e aberta para o que chega. Muitas vezes esse lugar de espera deixa as pessoas cegas e imaginando que o príncipe ou a princesa vai chegar. E o que existe é um outro ser humano que pode acrescentar uma nova parceria na sua vida.

      E também tem muitas pessoas “acompanhadas” que estão extremamente infelizes ou solitárias. O conselho que dou para qualquer pessoa é: siga sua caminhada sendo você e aberta às surpresas do caminho, sem muitas travas, racionalizando demais…

      Falei muito!! Beijão

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s