Algumas histórias precisam ser contadas

Um filme desperta sensações diferentes de pessoa para pessoa e cada uma se vê atenta a um detalhe específico. É questão de ponto de vista e, por que não, de interesse. Quando assisti ao curta-metragem “Dois Estranhos”, candidato ao Oscar 2021, fiquei tocada pelos créditos finais.

A obra é uma ficção com muitas pitadas de realidade: um homem negro acorda sempre no mesmo lugar e não consegue traçar um destino diferente para sua própria vida. Nada do que ele faça ou fale consegue mudar a atitude do outro, porque simplesmente não se importam.

Em maio do ano passado, George Floyd ficou conhecido pela sua frase “eu não consigo respirar”. Um policial branco forçou o joelho no pescoço de Floyd por quase nove minutos em um estacionamento de supermercado nos Estados Unidos.

Graças aos celulares e à internet, a cena foi gravada e o terrível vídeo – que eu nunca tive coragem de assistir – viralizou no mundo todo. O absurdo despertou movimentos antirracistas em diversos países, inclusive no Brasil, com a bandeira Black Lives Matter (Vidas Negras Importam).

“Dois Estranhos” lembra a importância de contar essas histórias e de lembrar que elas seguem acontecendo. Lucas, Alexandre e Fernando são três crianças de Belford Roxo, no Rio de Janeiro, que estão desaparecidas há quase quatro meses. Eles saíram de casa para brincar na rua.

O ex-policial foi declarado culpado pela morte de George Floyd essa semana. O júri foi composto por 12 pessoas: sete mulheres e cinco homens, metade definida como “multirracial” e a outra metade como branca. “Sem justiça não há paz”.

Você já assistiu “Dois Estranhos”?

Clique aqui e converse comigo também pelo Instagram.

Foto autoral. Vidas Negras Importam na janela / abril, 2021.

7 comentários sobre “Algumas histórias precisam ser contadas

  1. Nicole, tem tida a razão! As histórias têm que ser contadas. Se Não fosse a Internet o polícia que matou, brutalmente, George Floyd nunca teria sido condenado. O poder da imagem falou mais alto! 👏👏 Mesmo assim, horas antes da sua condenação outro polícia branco assassinou uma adolescente negra. Não vi essa curta metragem, mas agora estou muito curiosa. 😊 Bom domingo! 🍀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para filipamoreiradacruz Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s