A visita da lua na janela

Deito na cama, olho para a janela e lá está ela. Me olhando como quem diz: Estou aqui, siga em frente. Até pouco tempo atrás – pasme – eu nem sabia que ela tinha hora certa para aparecer. Sei lá, achei que era quando estava afim de dar as caras e ponto.

Encontrar com esse desenho iluminado no céu é sempre uma boa surpresa. Pode ser cheia, crescente, minguante, branca, laranja. Ela sempre tira sorrisos do meu rosto e tentativas frustradas de fotos.

Quando aparece na janela, então, sinto como uma daquelas visitas inesperadas que preenchem o coração. Sinto muita felicidade quando olho e me deparo com aquela luz no escuro. Acho tão linda a combinação.

De vez em quando, até conversamos. Nos meus momentos de angústia, ela sempre aparece para mim. Agradeço por dar o ar da sua graça tão pertinho e lembro que a natureza segue olhando por toda a humanidade. E até digo: Está bom, já entendi. Vai dar tudo certo!

Lua, estava devendo um texto para você. Espero fazê-la sorrir também.

E você? Também ama a lua?

Foto autoral. Lua de domingo, Brasília / DF, 2020.

49 comentários sobre “A visita da lua na janela

  1. Tenho acumulado fracassos com ela, mas ela também me surpreende sempre. E do nada mesmo em dia claro lá está com suas maneiras de se expressar e sim enviando palavras que às vezes nós não compreendemos. As melhores fotos que fiz com a lua foram em dias claros! Como em um amanhecer depois de um eclipse que não assisti. Ou quando procurava escapar das nuvens e se mostrar ao céu azul. Uma sensível companheira para todo o sempre. O meu abraço, Nicole.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Você usou a palavra que me escapou quando escrevi esse texto: companheira. E ainda diverte a gente nas tentativas de fotos! E bem lembrado sobre a lua nos dias claros, é também uma beleza. Ótimo sábado e cuide-se! 🙂

      Curtir

  2. Houve um tempo em que morei num local alto, encima de um morro, quando eu tinha a mais bela vista que já tive da lua. Então, eu pegava minha máquina com superzoom e tentava tirar boas fotos da mesma. E olha que tenho umas muito boas mesmo! Para mim era meio que como meu álbum de figurinhas

    Curtido por 2 pessoas

      1. Olha, estava fazendo isto neste momento, e gostei tanto da idéia que vai acabar virando uma série de artigos, tamanha a quantidade de imagens que encontrei! Obrigado pela inspiração!

        Curtido por 1 pessoa

  3. Hudson

    Que lindo,, Nicole! A lua tem hora para aparecer , mas sempre de uma forma diferente, seja no tamanho, na cor ou no brilho! Gosto de todas, mas me encanta, especialmente, a super lua! Parece estar tão próxima e mais exuberante! Mas nunca falei com ela, nunca tive essa intimidade! Acho que ela é seletiva, só fala com seres especiais!

    Curtido por 2 pessoas

      1. Cyntia Azevedo

        Eu acho isso um dos privilégios de Brasília. Por ter prédios baixos, bem espaçados, temos encontros constantes com a lua. Muitas vezes surpreendentes, como quando eu estava na sala do chefe e vi aquela lua linda subindo por de trás dele e não me contive em parar a reunião para que todos a admirassem. Depois corri pro salão pra abrir a janela, chamar os demais, tentar fazer um registro (tb frustado)…
        Curto demais essa relação com ela e com o céu.🥰

        Curtido por 2 pessoas

      2. Ahhhh… espero que esse seja o primeiro de muitos outros comentários seus! Eu lembro desse dia! Tentamos até sentar naquele negócio perto da janela. E nenhuma foto boa! Ahahaha… Muitas histórias! 🙂

        Curtir

  4. Eu sempre dou por ela no céu. Tenho imenso apreço, fascínio por ela. Imensa ou mínima. Em fase de eclipse como ontem. Gosto quando está alaranjada, ainda que saiba ser efeito da poluição. Gosto de ver a mim através dela, esse elemento mistico, feminino. Nosso. Bacio e bom domingo

    Curtido por 2 pessoas

    1. Outro dia li um texto maravilhoso sobre a conexão da lua com o corpo feminino. A natureza é perfeita. Quando tem um eclipse, então… sinto bastante! Provavelmente você também. Um beijo, querida! Obrigada pela visita e ótima semana 🌻

      Curtir

  5. Amo a lua, amo os planetas visíveis a olho nu e as estrelas. Ontem mesmo estava admirando a lua e o planeta Júpiter e fazendo uma comparação. Júpiter tão maior que a lua e no entanto enxergamos menor. A distancia não consegue apagar o brilho desses astros e nem o brilho de suas palavras cativantes para eles.
    Parabéns pelo texto maravilhoso.

    Curtido por 2 pessoas

  6. Oi Nicole gosto dela linda no céu, geralmente cheia, mas reproduzindo parte do teu texto “… e tentativas frustradas de fotos.” Gostaria de tirar pelo menos uma foto “daquelas”, mas ainda não aconteceu. Abraços.

    .

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu nunca consegui uma foto bacana. Não sei, se você consegue ver a foto que coloquei junto ao poema. Se conseguiu, esta foto, ficou razoavelmente, boa. Foi minha esposa quem tirou de dentro do quarto de minha filha, Sofia, que ensinei a admirar a lua desde os 2 anos.

      Curtido por 2 pessoas

  7. elcieloyelinfierno

    Entrada brilhante! Como não se apaixonar pela lua; das coisas simples que podemos pensar em conjunto com ela, em busca daquelas utopias que nunca deixaremos de alcançar. Uma cordial saudação.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s