Das voltas que a vida dá

Esse seria um daqueles papos bons de boteco. Eu falaria da minha história, você da sua. Será que isso acontecerá um dia? Cervejas e mesas de plástico temporariamente de lado, a conversa de hoje é sobre as voltas que a vida dá.

Como alguns já sabem, sou carioca e moro em Brasília. Mas, antes de mudar para o cerrado, passei uma temporada de três anos em Belém. Ao mesmo tempo em que fui feliz, tinham coisas que me irritavam profundamente.

Calor demais, sujeiras, violência, custo de vida, falta de liberdade, distância. Diversos pontos contras. Outros tantos a favor, como meus grandes amigos de vida, nossas viagens, gargalhadas de doer a barriga, festas de apartamento.

Saí do Pará e nunca imaginaria voltar. Eu falava que nunca mais voltaria. Já tinha dado o que tinha que dar. Até que a vida veio com essas manobras radicais e me fez pagar a língua. Foi a vez do meu irmão mudar! Meses depois da minha saída, ele foi para a terrinha. E para o interior.

Não só ele, como meu sobrinho e minha cunhada. E lá se foram 2 férias tiradas para visitá-los. Que giro da vida! E é tão bom voltar que cá estou de novo. Agora aproveitando o trabalho remoto e passando umas semanas com eles.

Minhas lembranças ficaram tão doces que hoje fico rindo quando lembro dos meus banhos de chuva repentinos na saída do trabalho. Ou quando saía do chuveiro pingando de suor. Ah, tinha os bregas tocando em cada esquina também.

Essa vida é engraçada. A sua também tem dado umas voltas?

Foto autoral. Castanhal / Pará, 2020.

39 comentários sobre “Das voltas que a vida dá

  1. Nicole, rsrs, faz parte da vida! As vezes ela dá umas voadora na gente, né?
    Bom, me mudei da cidade pro litoral sul de SP e cá estou há 5 meses.
    E já quero sair daqui, porque a maioria da população daqui (ou que frequenta aqui) é mal educada, sujam as ruas, fazem churrasco em meio à pandemia, e tumultuam em confusões, e o custo de vida é alto.

    Não estou arrependido de ter vindo, porque sei que a vida nos dá lições e estou aqui pra aprender.

    Mas quero um lugar melhor para eu viver com meu bem e nosso cãozinho.

    Nestas voltas que o mundo dá, espero que me tire daqui pra um lugar melhor onde a paz me encontre e queira estar perto de mim.

    Bjs e feliz Pará com sua família.
    ;-))

    diego.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Eu costumo levar bastante voadoras hahahaha Deve ter muita coisa boa na vida da praia também. Nao conheço litoral sul de São Paulo, mas aproveita que está aí para tentar conscientizar seus vizinhos com suas mensagens tão boas 🙂

      Algo de bom pode surgir daí, mesmo que com o incômodo! Você conhece a chapada dos veaderos? Acho que você ia amar lá.

      Torço para vcs encontrarem um cantinho especial em breve. Um beijo!

      Curtir

      1. Gratidão, minha amiga!

        Sim, conheci até agora 4 pessoas aqui, e pra todas consegui passar uma visão boa de mundo, mas apenas uma decidiu vir comigo pra vida nova, minha nova amiga Sonia, que agora é vegetariana e ama cuidar das plantas.

        Os outros são bolsominions e eu me afastei, com muito amor.

        Coisas boas estão acontecendo e isto me mantém aqui.

        Se eu for pra chapada, ficarei lá. rsrs

        Beijão.

        Curtido por 1 pessoa

  2. Bruno Morais

    E como! Nossas personalidades dão sempre muitas voltas, nos acrescentando, deixando claro do que estamos cheios e vazios, no momento. O momento dá voltas, o momento ganha acrescimentos, o momento emagrece, o ego emagrece, o simples dá voltas, a vida ressignifica.

    E dale Pará! Estado mais rico do Brasil, em commodities, em sabor. E o jambu treme!!! Ótimo domingo Nicole, e viva esse momento, presente. Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Parazão tem tudo para ser um grande estado, mas é muito abandonado, infelizmente. E não é só pelos políticos. Mas amo a natureza e a culinária daqui, é muito diferente. Estava doida por um peixe bom, os de Brasília são péssimos hahahaha

      Curtir

  3. elcieloyelinfierno

    Excelente reflexão e melhor entrada! Você nunca pode dizer nunca. As voltas e reviravoltas da vida nos transformam em marionetes viajando em um carrossel. Assim, com o tempo, nos convencemos de que apenas as variáveis ​​nos ensinam o caminho a seguir. O importante é que todos os dias façamos tudo o que nos faz sorrir, incluindo nós próprios. Uma saudação cordial.

    Curtido por 1 pessoa

      1. elcieloyelinfierno

        Graças à você; por ser uma mulher positiva com sensibilidade infinita! Você e todas as mulheres como você podem tornar possível um mundo melhor. Uma saudação cordial.

        Curtido por 1 pessoa

  4. mariogordilho

    Nicole, até hoje tive uma vida sem voltas relevantes, bem morna. Mas 2020 tá caprichando comigo! Eu deve estar merecendo muito! Em março, logo no início da pandemia, fui internado com pneumonia nos dois pulmões, com suspeita de Covid. O médico chegou a me internar na UTI, mas conversei com ele, disse que estava respirando bem e o convenci a me colocar no quarto. O resultado deu negativo, até hoje não tenho muita convicção. Depois, na dúvida, 14 dias de isolamento no quarto de casa. Foi um baita susto! Pouco tempo depois, acabamos com um casamento de 23 anos, praticamente uma vida, principalmente por eu ter casado muito novo. Por mais que hoje eu esteja em paz e ter sido iniciativa minha, a sensação de derrota é muito grande. O ponto positivo foi minha filha ter escolhido ficar comigo no nosso apartamento, uma companhia fundamental pra mim nesse momento. E alguns meses depois, nosso cachorrinho de 12 anos, que minha filha apresenta como irmão, foi diagnosticado com diabetes e hipertireoidismo, e está em franca decadência, já cego. Fora a pandemia e esse trabalho remoto que me deixa louco com uma equipe de 12 pessoas. Mas tento sempre ter uma ótica positiva da situação, e a leitura dos seus textos me inspira bastante, eu te agradeço muito por isso. Estamos sempre em aprendizado, nada é por acaso, e tenho certeza de que algo bom está reservado pra mim, quem sabe ainda nesse ano pandêmico, que deixa tudo muito mais complicado. Afinal, Deus está sempre no comando de nossas vidas e nos reserva algo de bom no fim, ainda que a gente não compreenda bem os caminhos. Ter essa certeza na vida nos dá força para as voltas que ela nos oferece constantemente. Sigamos de cabeça erguida!
    Ah! E eu sou louco pra conhecer Belém, já viajei o mundo todo e não conheço a Amazônia. Vergonha! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

    1. Caramba, Mário! Quanta coisa em um ano! A vida é isso, né? Quando está tudo muito morno é porque algo pode estar estranho. Vida é movimento. Que bom que você teve a coragem de iniciar um ciclo novo! A pandemia está confusa para todo mundo. A diferença está na forma com que levamos os acontecimentos e aonde colocamos bossa energia. Tem tanta gente precisando mais que nós, não é? Olhando para o lado podemos acalmar nossa mente e dar um sentido pra nossa existência. Fico muitíssimo feliz pelos textos estarem te fazendo bem! Esse espaço também está me ajudando muito. Beijos pra vc e sua filhota!

      Curtir

  5. Quando saí do RS na primeira vez, em 2013, eu disse que nunca mais voltaria. Voltei cerca de um ano e meio depois, e fiquei mais 3 anos e meio por lá. Agora já não digo mais nada. Dá saudade de algumas coisas, mas de outras eu compenso aqui na minha terra msm!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Essas mudanças são muito boas! Às vezes criamos resistência em não querer voltar pra certos lugares/situações por parecer que estamos andando pra trás. Mas isso não tem nada a ver. Voltamos diferentes, estamos em mudança o tempo todo. Vamos ver se você terá outra parada! 😉

      Curtir

  6. Grato, NICOLE GUIMARÃES

    pela visita ao UAÍMA. A Casa é sua. Quanto a esta sua Página, ela me agrada pelo tom leve, o qual vai se adentrando na “vítima” (meu caso aqui), e daí o “girassol do espanto” que me veio – para lembrar aqui o título deste livro de grande classe poética, do Telmo Padilha.

    Mas não ficarei nisso, porquanto devo escrever algo que está aí acima, nesta sua postagem, ou seja, o fato de que “a conversa de hoje é sobre as voltas que a vida dá.”Sim, e decerto também as conversas de amanhã e de depois de amanhã, aqui e aí e na terra do benvirá.”

    Um abraço.
    Darlan M Cunha

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fico feliz pelo espaço ter alcançado você! O objetivo é ser um lugar de conversas abertas, sobre qualquer ponto da vida. Acho que estamos precisando disso… falar sem medo de julgamentos.

      Um abraço e obrigada pelo carinho!

      Curtir

    1. Que legal! Meu irmão está morando aqui e a cidade é bem estruturada comparada com a outra do interior que ele morou. Acredito que seja uma das melhores do Pará ultimamente, não sei se estou enganada. Maranhão deve ter muita comida boa também, né? É o que mais gosto do Pará!!

      Curtir

      1. moçacombrincodepérola

        Sim, quando escrevo sobre julho, saudade, açaí, muito é sobre falar de Castanhal, ainda tão diatante e desconhecida. Tudo sobre ela passa por mim como a cidade das minha férias, menina, adolescente e depois aos 19… faz uns cez anos e poucou que não vou lá… planejei pra 2020 visitar o Pará, mas ainda pandêmicos, n tenho podido ir😔 em breve, quem sabe

        Curtido por 1 pessoa

      2. Ah… tomara que você consiga voltar em breve! Aqui a situação da pandemia parece estar estabilizando. Vamos torcer! Ah, hoje mesmo tomei sorvete de açaí e tapioca 🙂

        Curtir

  7. Mary

    Nunca, seria uma palavra que não deveria existir, pois não sabemos DO NOSSO AMANHÃ, e pra falar a verdade, não gostaria de saber , prefiro viver um dia de cada vez, .Tive várias mudanças, até encontrar por enquanto, um lugar que amo viver, mas já pensando em ir para mais longe..rsrsrs, gosto de coisas novas, não me prendo a lugares, vivo o que cada um tem a oferecer, até chegar o momento de partir para uma nova morada, aqui me encontrei, pessoas educadas, cidade limpas, e olha que com pouco tempo aqui, vivi umas das maiores tragédias climáticas do Brasil, acho que todos lembram de 2011 quando a Região Serrana do Rio, viveu seu pior momento, e Friburgo foi um dos mais afetados, e nem isso fez com que eu desistisse daqui, pelo contrário, fiquei e fui a luta, ajudar dentro do possível os que mais precisavam, mas a desolação e tristeza ainda fazem parte de meus sonhos de tudo que vivemos naquele período. Amo viajar, pegar estrada e nisso tenho maridão que tbm adora, o que me deixa feliz. Adoro conhecer novos lugares , sua cultura, seu povo e jeito de viver. Acho que isso nos acrescenta e muito, e amo conhecer a culinária de cada lugar que vou. Mudanças são boas,e só nos fazem crescer, pois sairmos um pouco de nosso mundinho… bjsssss

    Curtido por 1 pessoa

    1. E a gente só vive essas experiências diferentes quando nós permitimos mudar. Claro, tem vezes que não é possível mudar por diversas razões. Mas, quando aparece a oportunidade, geralmente vem coisa boa. E viagem é bom demais! Está fazendo muita falta nesse período. Tomara que em breve todos possam colocar o pé na estrada com segurança. Beijos!!! 🌻

      Curtir

  8. voltas! bom, vivo uma e tanto em minha vida desde janeiro de 2019, quando fui diagnosticado com câncer de intestino. resumo: cirurgia, 35cm a menos de intestino, sem tumor, quimioterapia ok, exames até janeiro/21 ok. estou bem, me fortalecendo e batalhando nessa nova vida. e que bom que estou aqui. um beijo, querida, e fica bem.🌹✨🎶😃

    Curtido por 1 pessoa

      1. Ainda falta muito para a remissão. No entanto, passar por tudo o que foi – estava já com obstrução total do intestino, a cirurgia aconteceu no momento exato e meu estado clínico era terrível – uma reviravolta em minha vida e poder estar aqui falando sobre isso tem como sentido ajudar as pessoas que conhecem quem tenha a doença que podemos batalhar de frente contra ela. Muito obrigado pela força, Nicole, isso para mim é essencial. Um beijo de coração.❤️💐

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s