Não me pergunte sobre o amanhã

Algumas pessoas me perguntam sobre o amanhã. Por que elas acham que eu sei sobre o amanhã? Não tenho esse poder e, sinceramente, nem gostaria de ter. A vida é incerta para você, é incerta para mim, é incerta para todos. Esse fascínio pelo que pode ou deve acontecer amanhã é o que faz perder o que há de mais precioso: o hoje.

Então, me pergunte sobre as experiências que vivi, sobre o que estou vivendo hoje. Pode me perguntar também o que acho do mundo, da política, de religião, de viagem, de arte. Pode me perguntar qualquer coisa, mas, sobre o amanhã, desculpe, não terá respostas. Aliás, será a resposta clássica: “não sei, ué. Tenho que esperar acontecer”.

Eu não gosto de planejar minha vida a longo prazo, não gosto de me sentir ansiosa por coisas que eu nem sei se vão acontecer. Recomendo o mesmo a você. Nem viagens eu planejo muito, costumo comprar passagens com a antecedência máxima de três meses e não faço roteiro nenhum. Eu gosto de ir para ver, sentir.

É assim com viagem, é assim com a vida. Acredito que incorporei o conselho da minha mãe de “não sofrer por antecipação”. Se o foco está no amanhã, algo não está sendo vivido hoje. Estar em movimento é meu lema, sem previsões futurísticas porque não sou adivinha. E ainda tem os presentes que chegam sem avisar, sem planejar. Recebo-os de braços abertos, adoro o que chega do nada.

Sobre o ontem, posso afirmar que já vivi muitas aventuras e perrengues. Já gargalhei muito, mas também já chorei. Já magoei, já fui magoada. Já senti raiva, amor também. Arrependimentos ainda não sinto, espero seguir assim. Sigo aprendendo com olhos curiosos de uma criança de cinco anos. Sobre o hoje, nunca me senti tão próxima de mim. E você?

Clique aqui e converse comigo também pelo Instagram.

Foto autoral. Pequeninas amarelas / Maio, 2021.

10 comentários sobre “Não me pergunte sobre o amanhã

  1. elcieloyelinfierno

    Uma entrada tão credível por sua sinceridade contundente! É como você diz; o futuro é apenas o desejo e, portanto, uma ilusão. Do passado com alegrias e tristezas, você pode dizer “já era” porque é imutável. O presente HOJE é o que devemos viver em paz, harmonia e amor. Um abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s