Quando a mudança sai melhor do que o esperado

Mel é uma adolescente colombiana de 12 anos. Chegamos em Brasília praticamente na mesma época, há quatro anos. Ela mudou de país acompanhando a mãe e o paidrasto. Quando decidiram mudar a residência para o Rio, Mel resistiu muito. Amava Brasília, ela dizia, e não queria trocar de escola, ficar longe dos amigos, começar tudo de novo.

Ela tinha certeza de que a capital dos ipês era o lugar dela, chegou a falar que nem gostava de praia. Pois bem, a decisão já estava tomada e depois de uma visita aqui e outra acolá ela foi aceitando a ideia. O que nem imaginava é que o Rio a receberia de braços abertos, espontaneidade e alegria.

Perguntei como estava na escola nova, que tem até vista para o mar, e ela respondeu: “estou amando! Todos me receberam tão bem, conversam, querem saber sobre mim. Já fiz amigos e alguns vão até de bicicleta”. E Mel começou a fazer o que quem já morou em lugares diferentes faz: comparações.

O olhar que ela passou a ter de Brasília – ou da maioria das relações de lá – tem sintonia com o meu. Ela e a família nunca se sentiram completamente parte, eu também não. Talvez por isso nos unimos tanto e, olha só, viemos parar no mesmo lugar. Mel é uma garota especial que desde novinha percebe muitas coisas.

Ela sentiu a forte necessidade de status presente até na escola de Brasília, como o dia que uma mãe buscou uma parte da turma para comemorar o aniversário da filha em uma limousine e ela não foi convidada. Mel chorou nesse dia, mas agora respira aliviada, pensando em começar aulas de skate na Lagoa. Ou vôlei na praia. “A mudança saiu muito melhor do que eu esperava”, ela assume.

Obrigada pela sua leitura!

Clique aqui e converse comigo também pelo Instagram.

Foto autoral. A Lua abençoa, Rio / Agosto, 2021.

5 comentários sobre “Quando a mudança sai melhor do que o esperado

  1. As vezes é difícil aceitar que algo pode ser melhor, se não a experimentamos. E é bem legal de ver que algo que parecia sem solução, ou até mesmo algo a que nos apegamos por julgar ser suficiente, acabam diminuindo o tamanho quando nos damos a chance de buscar novos horizontes. E nada melhor que a mudança de endereço para nos proporcionar isto.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s