Sorrisos, máscaras e olhos nos olhos

A primeira coisa que surgiu na minha cabeça quando vi que seria obrigatório o uso de máscaras em Brasília foi o fato de não poder sorrir e não ver sorrisos na rua. Apesar de entender e louvar a medida de prevenção, confesso que fiquei angustiada.

Além de não poder tocar as pessoas, também seremos privados dos sorrisos.
Isso é tão significativo.

Sorriso é luz, alegria, encorajamento, é levar um conforto para quem está triste, é o começo de novas amizades. Não haver sorrisos visíveis na rua é estranho e difícil de colocar em palavras.

Entretanto, como tudo na vida, tento pensar em algo positivo que pode surgir dessa nova experiência. E lembrei o que uma pessoa querida me respondeu: “agora você vai sorrir com os olhos”. E não é mesmo?

Entre tantas outras transformações que o coronavírus (covid-19) pode trazer, seremos estimulados a nos expressar da forma mais verdadeira possível: pelo olhar.

Resta torcer, então, para que a temporária falta de sorrisos nos ensine a olhar cada vez mais nos olhos uns dos outros.

E você? Tem usado máscara na sua cidade? Como tem se sentido?

Publicado en español por Masticadores de Letras, miralo aquí.

Foto: Nicole Guimarães. Ruas de Brasília, 2019.

6 comentários sobre “Sorrisos, máscaras e olhos nos olhos

  1. Hudson

    Sorrir com os olhos é possível? Se duas garotas, Nicole e Malu, que sempre nos alegraram com sorrisos largos, estão dizendo, quem sou para duvidar! Sempre me incomodou falar com pessoas que não te olham nos olhos! Os olhos são o retrato da alma e são capazes de expressar qualquer sentimento, até de sorrir !

    Curtido por 1 pessoa

  2. Confesso que resisti até não ser mais possível sair sem elas, ficava me enganando, pensando que “ah por aqui não passa ninguém”, mas a verdade era que EU não queria usar…

    O que mais me agonia é o calor, os óculos embaçando, parei de usar maquiagem pra não manchar, hahaha (no fim já to vendo isso como vantagem), não sinto a falta dos sorrisos ainda.

    Sinto falta de não ter medo. De não ver o medo nos olhos dos outros…

    Quando fui pelo Japão pela primeira vez, em 2016, achei muito “badvibes” as pessoas de máscara no metrô. E hoje, o mundo todo usa e é um sinal de cuidado!

    Espero normalizar isso por dentro…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Um amigo fez um paralelo interessante com as mulheres de determinadas religiões que “escondem” os rostos há milhares de anos.

      E agora somos nós tendo que nos adaptarmos a uma realidade que sempre nos causou estranhamento. E parecia impossível. Tipo o que você sentiu no Japão. Adorei saber sobre sua experiência! Apareça mais 🙂

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s