O tempo de cada um

O tempo que falo aqui tem relação com as percepções sobre a vida. Não é aquele pré-moldado para nossa existência resumido, erroneamente, em estudar, trabalhar, ter dinheiro, casar, ter filho, morrer. É mais do que isso.

É sobre como olhamos para o que não conhecemos, para os que possuem uma cor diferente da nossa, para a desigualdade, para a natureza, para outras religiões. Uma infinidade de tópicos.

Converso sobre a forma com que somos capazes de analisar situações e vivências às vezes complexas e adversas. Estamos passando por acontecimentos estranhos ultimamente – mesmo em meio a uma pandemia – e, inevitavelmente, nos perguntamos:

“Como isso é possível?”; “Como pode alguém fazer isso?”; “Como essa pessoa ainda consegue defender?”

Pois é. E não adianta brigar, tentar convencer, achar que vai mudar o comportamento do outro. Isso só traz sofrimento. Essa pessoa pode não estar vendo o mesmo que você. O que pode ser óbvio para um nem sempre é óbvio para o outro.

Isso é muito difícil. E imagino que para você também. Esse recente aprendizado tem me ajudado a olhar o outro com mais calma, mesmo que minha primeira reação seja a irritação. Ele (a) tem o próprio tempo para compreender as diversas questões impostas pela vida. Cada um está trilhando seu próprio caminho.

Estamos aqui para isso, não é? Aprender e evoluir. Façamos a nossa parte, então. Com a esperança de que ela leve a paz. Para onde quer que seja.

Foto autoral. Verão em Berlim / Alemanha, 2017.

22 comentários sobre “O tempo de cada um

  1. mariogordilho

    Olha, Nicole, assino embaixo e não mudaria uma vírgula sequer do seu texto. Quando a gente compreende isso, de verdade, nossa percepção sobre a vida muda. Saí do Facebook por conta disso, pois estava me transformando numa pessoa agressiva, arrogante, coisa que pelo menos imagino não ser. Uma coisa é saber, na teoria, que cada ser aqui nesse planeta está num estágio diferente de evolução intelectual e moral, numa perspectiva de imortalidade da alma, outra é vivenciar isso. Sair do Facebook me fez me sentir melhor comigo mesmo, agora compartilho só fotos e vídeos no Instagram. Respeitando o tempo de cada um, inclusive o meu.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Também saí do Facebook, Mário! Tem uns 5 anos. Foi a melhor coisa. Agora nessa pandemia que estou aprendendo isso… e tem me ajudado a olhar para o outro com mais paciência e carinho, embora eu não concorde com o pensamento ou a postura. Exercício bem difícil, mas está sendo a melhor saída para mim. Bom final de semana!!

      Curtido por 2 pessoas

  2. miragem da objetividade

    Você conseguiu ter uma voz inteligente de forma leve. Esse conjunto tem que andar junto nesse mundo que está cada vez mais doente, e nem falo de vírus não.

    Curtido por 2 pessoas

  3. é verdade. sei bem. depois do câncer – bom, ainda estou na fase de controles – a vida ganha outro sentido e significado. o olhar desvia do que é menos importante ou essencial, no caso para mim, e assume um protagonismo maior. e vê só como a vida nos surpreende: começo a ser liberado para sair, viajar ainda que para perto, enfim, essas coisas de estar com os amigos, cafeteria, etc. ou seja saio de uma espécie de confinamento e entramos quase todos nós em outro, agora podendo ser letal. tudo isso veio a reforçar a visão de mundo, de vida, de sim evoluir, avançar coletivamente, olhar melhor o outro, olhar melhor quem está em nosso redor e os mais distantes, aqueles que nada possuem mas são entre si mais solidários que possamos imaginar. a janela surpreende muitas vezes. e ao final disso, se houver um final, desejo com força que possamos sair muito mais humanos e com uma compreensão melhor e maior do coletivo que é o nosso país. a transformação começa assim. muito feliz e oportuna tua reflexão. muito obrigado. um abraço e o desejo de feliz domingo e final de sábado.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Seu comentário me dá muitas esperanças de que o mundo pode se transformar depois disso tudo que estamos passando. Pessoas como você são essenciais para espalhar a luz e inspirar outros companheiros de jornada. Que a vida lhe dê muita saúde para continuar trilhando seu caminho com coragem, força e fé. Obrigada pelas suas palavras! 🙂🌷

      Curtido por 1 pessoa

  4. Eu acredito que quando comecei a trabalhar que realmente entendi essa questão de que óbvio não existe. O que para você é tão lógico o outro não entende nem desenhando. Assim como você comentou, muitas vezes nossa primeira reação é a irritação, mas entre tropeços e acertos a gente vai aprendendo que o respeito, a compreensão e a empatia sempre são o melhor caminho e os únicos que trazem paz ao nosso coração!
    Abraços 😉

    Curtido por 1 pessoa

  5. Acho que nesse tempo estranho, entendo mais e mais a poeta Emily Dickinson que se tornou reclusa para não lidar com a realidade, preferindo observar uma abelha as pessoas. Eu me canso com facilidade dos discursos, me calo e mergulho dentro porque as pessoas conseguem fazer mais barulho que uma caixa de abelhas.

    bacio e boa semana

    Curtido por 1 pessoa

  6. Boa tarde Nicole..so agr conseguir parar um pouquinho e dar atencao ao blog…entao…o tempo de cada um …e complicado hj com o amadurecimento compreendo bm que cada um tem seu tempo de acordo com o q acredita,valores enfim…mas respeito e sempre respeitei o pensamento diferente,gostos,o ser humano em geral nao importa o quão diferente sejamos…mas nao adianta vc falar para o outro,tentar mostrar,ainda q vc tenha passado por situações que vc enxerga q o outro estar a passar…tem que deixar ele passar so assim ira aprender, o tempo do outro equivale mto creio eu com a vagagem espiritual,e amadurecimento de cada um…a vida ensina !!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que bom que conseguiu dar uma passada aqui, Renata! 🙂 Volte sempre! Isso que você falou sobre bagagem espiritual é interessante… Com certeza, faz toda a diferença. E as pessoas realmente aprendem e amadurecem sozinha e com os próprios tombos. O que podemos fazer é estar abertos para ajudar no que for possível. Beijos e espero vê-la de novo por aqui!

      Curtir

  7. Oi Nicole entao ele esta como privado acho q vc tera q solicitar nao entendo mto ainda sobre o blog to apanhando mas ele e simples e mais pessoal tem algumas coisas q escrevo nada mto lindo como o teu e fotos…espero q vc consiga ter acesso.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Obrigada Nicole vou tentar fazer isso e se der certo espero q vc venha visitar meu humilde blog nao tem nada de mais sao so pensamentos q rabisco e fotos minha c minha amada e filho nao se assute kkk.mais uma vez obrigada pela dica.bj

        Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Nicole Guimarães Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s