O importante é tentar

Chegou a hora de falar sobre ele. Não é nada fácil para mim, já que poucos entendem nossa relação. Preenche os requisitos clássicos: companheiro de todas as horas, esquenta nos dias de inverno, dá energia, gosta de estar entre os amigos.

Todos acham ele ótimo, impossível não gostar. Consegue ser doce até quando é amargo. Tem mil e umas facetas e estilos. Pode ser simples e chique, convive bem com diferentes públicos. Pousadinha de frente para o mar? Está dentro! Confusão na casa da vó? Não perde uma.

Esteve comigo na Europa, na África, no Chile e em tantas outras viagens. Até para a leitura, algo tão raro, ele é parceiro. Fica passando preguiça junto, curtindo o quentinho da cama. E aí vem algumas coisas não muito boas. É incompatível com bar. Não adianta: realmente não tem nada a ver com ele. Também tem horas específicas para socializar, perde um pouco da espontaneidade.

Parece perfeito, né? Mas perfeição não existe. Ele não se encaixa em eventos ao ar livre, como passar o dia na praia, festival no parque, passeio de bicicleta, banho de cachoeira. Pensando bem, precisam ser momentos bem específicos na natureza para ele topar. E eu amo estar no meio do mato, por aí já dá para notar a incompatibilidade.

Como já ia me esquecendo? Tem o cheiro! Que cheiro! Você sente de longe. Não sei explicar como é, mas, acredite, é delicioso. Já dei a ele muitas chances, encontrei muitas vezes, neguei alguns encontros. Melhor parar por aqui, porque essa conversa vai longe demais. É como dizem os mais antigos:  gosto não se discute. Peço desculpas, café. Eu prefiro chá.

Foto autoral. Quinta da Boa Vista / Rio de Janeiro, 2020.

45 comentários sobre “O importante é tentar

  1. Alex Antunes

    Texto de suspense! Pensei que estava falando de uma pessoa. Depois de um casaco. Por fim, jamais imaginei que você estava falando de chá! Coincidência ou não, outro dia eu estava vendo um vídeo de um britânico que morou algum tempo no Brasil e ele dizia que na Inglaterra a maioria da população prefere chá, enquanto que no Brasil é o contrário. Bem, acho que a maioria já sabe disso. Mas, enfim, Nicole, ao você fazer um suspense sobre o personagem principal deste seu novo texto, você nos dá a oportunidade de pensar muito além do chá, como, por exemplo, nos relacionamentos sociais. “Nenhum homem é uma ilha.” (John Donne), como diz o provérbio. Por isso, é importante refletir sobre o tipo de relacionamento que estamos tendo com as pessoas que nos cercam.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Alex Antunes

    Chá é muito bom! Mas eu prefiro café, sobretudo de manhã. Dizem que o café de manhã ajuda no processo cognitivo. Mas, no fundo acaba sendo uma questão cultural e de hábitos familiares. Mas todo respeito ao chá.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Seu texto de hoje me lembra as colunas do Antônio Prata, na Folha. Uma ironia sutil, com texto leve e um fim inesperado. Esse texto merecia um espaço num jornal de grande circulação, caberia facilmente em qualquer um. Parabéns novamente! Quanto ao chá, até tento, experimento as vezes, mas não dá. Em 2011 morei um tempo em Londres, fazendo um curso. Não provei o famoso English Tea nenhum dia! Em compensação, enchi a cara de café lá, a cidade tem cafeterias para todos os gostos. Os funcionários das cafeterias perto do curso já me conheciam, não precisava nem pedir o espresso do jeito que gosto. Sou um viciado incorrigível! E, sim, é difícil achar alguém que não goste. Achei! rsrsrs….

    Curtido por 2 pessoas

    1. Pô, Mário! Nem na Inglaterra você deu chance para o chá! Tem gente se acaba se distraindo com o café, é melhor o que já está acostumado do que se aventurar por aí nas novidades 😉 Obrigada pelo elogio, foi divertido escrever esse texto e é fruto de um curso que estou fazendo com o Rubem Penz. Vamos ver se a criatividade continua!!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Bruno Morais

    Ui ui ui! Envolvente. Que dança projetiva! Me senti como um peixinho vendo a isca se mover e indo atrás até que chá! Kkkk

    Muito bom Nicole, de ótimo gusto. Sou mais do café mas não dispenso o chá, meu paladar sente falta, o contexto varia, varia a xícara, varia o conteúdo. Afaste de nós o chafé, amém. Beijos!

    Curtido por 2 pessoas

      1. Bruno Morais

        Posso dizer que deixo meu paladar se aventurar sim! Kkk

        Hmm um cházinho por infusão hmm, tão necessário tomar um chá. Hmmm um cafézinho moído comprado a granel no tiozinho da quitanda hmmmmm!

        Líquidos tão favoráveis ao dia a dia! 😀

        Curtido por 1 pessoa

  5. Hudson José Capanema

    Adorei, Nicole! Tive que conter a ansiedade de pular para o final do texto e ver quem era ele! kkk Mas veio uma saudade danada do nosso café das 4! Café que você não tomava, mas na verdade o café era só um pretexto para as conversas, para as risadas! Mas é uma saudade boa, momentos que guardo e lembro com muito carinho!

    Curtido por 2 pessoas

  6. O cheiro do café me seduz, mas prefiro o gosto do chá. A todo tempo tem café em casa, e penso, se gostasse tanto do cheiro como da bebida, seria viciado, mas raríssimas vezes provei, mas não fez a minha cabeça, o chá é mais presente, até mesmo em qualquer ocasião, tem chá para todos os gostos, ambientes, independe dos climas faz bem de todas as formas. Café é história, mas com chá também há também, o que diria os barões do chá do viaduto do chá em Sp? Ambos seguem no gosto e paladar de cada um, chá ou café? Vou de chá.

    Parabéns, pelo post, nos leva a pensar em muitas situações, porém se trata de um hábito constante na vida de muitas pessoas e como tal, o texto chega a ser viciante….

    Curtido por 1 pessoa

      1. Unidos do chá! Gostei de viajar em vários pensamentos do seu post, prendeu totalmente a atenção, e ao final, deu uma vontade imensa de tomar um chá. Chá é vida e história, e muito bem representado por essa postagem, parabéns!

        Curtido por 1 pessoa

      2. Muito obrigada! Não esperava uma repercussão tão positiva desse texto! A gente se surpreende. E adorei nossa troca de ideias no Instagram, esses são lados bons das redes. 💜✨

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s