Da África para o mundo

Jerusalema é a prova viva de que a música transforma. A arte alimenta nossa alma. Com letras no idioma Zulu, a canção africana está ocupando as rádios do mundo todo. Como pode poucos entenderem o que diz, mas muitos sentirem o que ela transmite?

Arte é potência. A Terra tem vários sons para aqueles que escutam. Você percebe? Uma música que fala de união e ajuda está sendo dançada na África, na Europa, na América do Sul, na América do Norte, na Ásia, no Oriente Médio. Juntos em uma só melodia.

O vídeo original de Jerusalema tem mais de 314 milhões no YouTube. Além disso, há adaptações realizadas por padres, equipes de companhias aéreas, crianças, romenos, latinos, americanos. Isso que chamo de diversidade.

Logo após escutá-la pela primeira vez, entrei num Uber que estava tocando outra música africana. Ele cantava com a alma, eu sentia. Lembrei de uma viagem à África do Sul que fiz em 2018. País que sofreu anos com o Apartheid, regime de segregação racial em que brancos e pretos não podiam estar em um mesmo lugar.

E a música do momento vem de lá. Criada por inspirados artistas sul-africanos, Jerusalema está sendo coreografada por diversas pessoas do mundo, não importa a cor da pele. Isso não é mágico? E no dia dezoito de janeiro foi o dia de Martin Luther King Jr., maior orador da história dos Estados Unidos. Ele dedicou sua vida à luta por igualdade e justiça para todas as pessoas, independentemente de cor ou crença. Ficaria orgulhoso de Jerusalema.

Clique aqui e converse comigo também pelo Instagram.

*Agradecimento especial ao Alex, leitor que me enviou a música por e-mail.

Foto autoral. “A Terra tem música para aqueles que escutam” / Janeiro, 2021.

33 comentários sobre “Da África para o mundo

      1. Simplesmente maravilhosa a batida da música. Não é preciso entender a letra para sentir todo sentimento passado pela música. A diversidade é divina!!! Tenho vontade de conhecer a África do Sul, quem sabe um dia. Onris por compartilhar conosco cultura!!

        Curtido por 1 pessoa

  1. Alex Antunes

    Oi, Nicole!
    Parabéns pelo lindo texto que você escreveu!
    Obrigado pela menção ao meu nome!
    Fico contente de que você gostou da música. De fato, é uma música muito bonita e tem um ritmo contagiante.
    Em relação ao nome da música, Jerusalema, isto é Jerusalém em português, eu acredito que tenho um sentido religioso, pois Jerusalém é considerada a cidade santa também para os cristãos, para onde conversem todos os povos. Não é a toa que ela está fazendo sucesso em todos os continentes.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Alex Antunes

        Quem bom, Nicole! 🙂
        Porém eu quis dizer: “para onde convergem todos os povos”; convergem de convergir. Acho que saiu errado na hora de digitar.
        Concordo com você que tem o dedo de Deus aí!

        Curtido por 1 pessoa

  2. Bruno Morais

    Quando ecoa verdade você nem precisa entender o idioma mas você entende a mensagem, um conjunto rico de sensações e estímulos! Imagino ser assim pisar em terras Africanas, o coração do mundo, imagino… JERUSALEMA!!!

    Curtido por 2 pessoas

      1. Nicole, volto a dizer: gosto muito da sua escrita! 👏👏👏 Você aborda qualquer assunto com ligeireza, sentido de humor e ritmo. Parabéns! Quem não conhece a Jerusalema? A música também é poderosa, transformadora, libertadora. Um bom dia para você! 💚🍀

        Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para O Miau do Leão Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s