E depois?

Foto autoral. Gato de verdade ou de mentira? / janeiro, 2022.

“E depois?” é uma pergunta que vira e mexe escuto em conversas com amigos ou família. “Ok, faço o curso por dois anos. Mas e depois?”; “Vou me entregar para essa relação. Mas e depois?”; “Quero fazer essa viagem. Mas e depois?”. É tanta fixação por tentar desvendar o futuro que não permite nem viver o presente.

Parece que todo o caminho que seguimos hoje precisa já ter um objetivo bem claro e a certeza sobre o que vai acontecer depois. É como se a vida fosse um mapa de celular em que colocamos onde estamos, onde queremos chegar e ela traça a rota certa. Não precisa nem pensar muito, ela já diz por onde precisa ir, o tempo para chegada, o melhor meio de transporte.

Não é assim. O futuro, como dizem os clichês, é uma página em branco. As páginas são escritas conforme a gente vive o presente, conforme a gente vai aprendendo coisas novas, conforme ideias vão sendo construídas, conforme pessoas vão surgindo na nossa vida.

O que está sob o nosso controle é ter uma ideia de onde queremos chegar, estar em movimento para isso, caminhar para a frente. Não ser tão oito ou oitenta, tão é isso ou não é, tão inflexível. O inesperado pode sair bem melhor do que a encomenda, a folha em branco pode virar um conjunto de palavras coloridas. Palavras nunca imaginadas antes.

Tem que deixar fluir, deixar as janelas e as portas do coração abertas. E o depois? Ninguém tem o poder de saber.

Espero que você esteja bem!

Com amor,

Nicole.

8 comentários sobre “E depois?

Deixe uma resposta para Nicole Guimarães Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s