O cabo de guerra do amor

Foto autoral. Beer my Valentine’s / fevereiro, 2022.

Não sei se é um pouco de frieza da minha parte, mas não dou muita bola para o dia dos namorados ou Valentine’s Day, como é comemorado o amor em outros lugares do mundo. Mas eu gosto de observar as reações das pessoas nas redes sociais nessas datas comemorativas.

E eu vejo, por vezes, um cabo de guerra curioso. De um lado: fotos de casais que se amam até a eternidade e fazem juras de amor. Na maioria das vezes, as postagens são feitas por mulheres. Do outro lado do front, fotos felizes com a legenda: “eu me amo”, “curtindo meu dia com a pessoa mais importante da minha vida: eu”. Também postado por mulheres na maioria das vezes.

E não me vejo encaixada em nenhum dos dois times. Sei lá, não me identifico com ter que me declarar em datas específicas e também não sinto que preciso dizer que sei ser feliz sozinha. Isso importa para alguém?

Como dia 14 de fevereiro foi celebrado o dia dos namorados nos Estados Unidos, fiquei me perguntando se valia postar algo especial. Pensei, pensei e nada saiu. Aceitei que não sinto conexão genuína com essas datas. Na verdade, o que me veio à cabeça foi a festa surpresa do meu amigo cheia de gente divertida.

Lembrei que amor, para mim, é muita gente. Não consigo hierarquizar, colocar um amor na frente do outro. Tem muitos diferentes amores e são eles que constroem minha vida, que me ajudam a caminhar, que vão iluminando a jornada. Um dia disse: “quando minha vida se resume a duas pessoas, eu surto”. E sigo assim. Eu amo muita gente.

Feliz amor pra você!

Com carinho,

Nicole 💜

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s